ALPB debate importância da prevenção e diagnóstico precoce no combate ao câncer de mama

Por Vale do Piancó -PB em 26/10/2021 às 06:43:04
Divulgação

Divulgação

A Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) realizou, nesta segunda-feira (25), sessão especial em alusão ao Outubro Rosa para discutir formas de prevenção ao câncer de mama e a importância do diagnóstico precoce. A sessão foi proposta pelo deputado e médico Taciano Diniz e contou com a participação da deputada Cida Ramos; da diretora geral do Centro Especializado de Diagnóstico do Câncer do Estado da Paraíba, Roseane Machado; e de Gertrudes Dutra, do Projeto Mulheres de Peito CG.

Taciano Diniz, que preside a Comissão da Saúde da ALPB, destacou que a campanha Outubro Rosa busca, através da informação, alertar as mulheres e a sociedade sobre a importância da prevenção e do diagnostico precoce do câncer de mama. Para o parlamentar, é fundamental que a Assembleia Legislativa abra seu espaço para ouvir pacientes e todas aquelas pessoas que integram as redes de combate a esse tipo de câncer para que todos tornem-se capazes de distribuir informações precisas e eficazes na redução do número de casos da doença.

"Para termos ideia dos gastos e da importância do diagnóstico precoce, no ano passado, 2,3 milhões de mulheres no mundo descobriram o câncer de mama. Esse tipo de câncer representa quase 25% de todos os casos de câncer, e, por consequência, é o que mais mata as mulheres", alertou o médico.

Para o parlamentar, é importante incentivar a adesão a melhores hábitos alimentares, ao não consumo de bebidas alcoólicas, assim como, à pratica de atividade física, que, comprovadamente, de acordo com ele, contribui com a redução do número de casos de câncer de mama.

A deputada Cida Ramos parabenizou o deputado Taciano Diniz por propor o debate a respeito do câncer de mama. Segundo ela, quanto mais o assunto for debatido e quanto maior a quantidade de informação, mais relevante será para a sociedade. "É um tema discutido mundialmente que diz respeito à saúde, mas, sobretudo, à vida das mulheres. Sabemos da importância da prevenção e realizar esta sessão especial é fundamental", disse

Para a deputada, os dados relacionados ao câncer de mama são assustadores e é preciso atuar firmemente na prevenção e no diagnóstico precoce. "A ação do poder público e da sociedade é muito importante. A prevenção é fundamental e começa com a informação. Precisamos utilizar todos os instrumentos informativos que tivemos para orientar as mulheres", declarou Cida.

A médica mastologista Roseane Machado, diretora do Centro Especializado de Diagnóstico do Câncer, referência estadual para Detecção Precoce do Câncer de Mama e Colo Uterino, também fez um alerta para a detecção precoce do câncer de mama. Segundo ela, é imprescindível manter a população informada sobre o câncer de mama, que ela classifica como um caso de saúde pública.

Para a médica, é fundamental reduzir as mortes evitando o diagnóstico tardio. "É importante levar ao conhecimento das mulheres que o rastreamento mamográfico seja feito durante todo o ano e não só no Outubro Rosa, que, na verdade, é uma campanha que usamos para fazer um chamamento", explicou Roseane.

Roseane Machado afirmou que durante o mês de outubro o Centro Especializado de Diagnóstico do Câncer está ofertando 100 exames diários de mamografia com o objetivo de cada vez mais mulheres tenham acesso a um procedimento que pode, na grande maioria dos casos de diagnóstico precoce, evitar a morte por câncer de mama. "Queremos trabalhar com detecção precoce, pois isso contribui em mais de 90% com as chances de cura", concluiu a mastologista.

A sessão especial em alusão à Campanha Outubro Rosa aconteceu de forma remota, através do sistema de videoconferência.

OUTUBRO ROSA

Movimento internacional de conscientização para o controle do câncer de mama, o Outubro Rosa foi criado no início da década de 1990 pela Fundação Susan G. Komen for the Cure. A data é celebrada anualmente, com o objetivo de compartilhar informações e promover a conscientização sobre a doença; proporcionar maior acesso aos serviços de diagnóstico e de tratamento e contribuir para a redução da mortalidade. O câncer de mama é o tipo de câncer mais comum entre as mulheres no mundo e no Brasil.


Comunicar erro

Comentários