Bancada federal aprova mais de R$200 milh√Ķes para a Para√≠ba

Para Efraim, a bancada federal deu uma demonstração de coesão, maturidade e unidade

Por Vale do Piancó -PB em 19/11/2021 às 08:24:06
Divulgação

Divulgação

O coordenador da bancada paraibana no Congresso Nacional, deputado Efraim Filho, afirmou que foi confirmada nesta semana mais de R$200 milh√Ķes para o or√ßamento federal de 2022. Os recursos s√£o fruto de quinze emendas aprovadas no √Ęmbito do or√ßamento impositivo, o qual o governo tem obriga√ß√£o de executar. As principais √°reas contempladas foram a saúde (127 milh√Ķes), abastecimento de √°gua (32 milh√Ķes), infraestrutura (31 milh√Ķes) e educa√ß√£o, com Universidades e IF (24 milh√Ķes).


Para Efraim, a bancada federal deu uma demonstra√ß√£o de coes√£o, maturidade e unidade. "Ao defender a Paraíba e buscar recursos e investimentos para o nosso Estado, as bandeiras políticas ficaram em segundo plano. O que importa é a bandeira da Paraíba".


As emendas foram definidas a partir de reuni√£o dos senadores e deputados paraibanos, que contou com a participa√ß√£o do governador Jo√£o Azev√™do, do presidente da Assembleia Legislativa, deputado Adriano Galdino, do vice-prefeito de Jo√£o Pessoa, Leo Bezerra, do prefeito de Campina Grande, Bruno Cunha Lima, de dezenas de outros prefeitos e vereadores, e também de representantes da UFPB, UFCG, UEPB, IFPB e PRF.


Dentre as demandas apresentadas pelo governo do Estado, a bancada aprovou os recursos necess√°rios para iniciar a constru√ß√£o da Adutora do Brejo, obra estimada em R$100 milh√Ķes. O investimento garantir√° o abastecimento de √°gua em dezenas de municípios do brejo paraibano, passando por Arara, Comunidade Campinote, Esperan√ßa, Montadas, Remígio, Areial, Sol√Ęnea, Bananeiras, S√£o Sebasti√£o de Lagoa de Ro√ßa e Casserengue.


Ainda no eixo da seguran√ßa hídrica, foi aprovado outros R$22 milh√Ķes a serem aplicados pela Codevasf na implanta√ß√£o de solu√ß√Ķes de abastecimento de √°gua.


Outra prioridade apresentada pelo governador Jo√£o Azev√™do foi no sentido de alocar recursos adicionais para manuten√ß√£o das a√ß√Ķes de saúde, principalmente de média e alta complexidade, ampliadas com centenas de leitos, inclusive de UTI, instalados desde o ano passado para combate à Covid-19.


Para atender esta e outras demandas da √°rea de saúde, foram cerca de R$127 milh√Ķes, sendo R$79 milh√Ķes para manuten√ß√£o das a√ß√Ķes de aten√ß√£o b√°sica e especializada, R$29 milh√Ķes para aquisi√ß√£o de equipamentos de alta complexidade e R$16,6 milh√Ķes para reformas no Hospital Universit√°rio Lauro Wanderley (UFPB), em Jo√£o Pessoa.


A √°rea de educa√ß√£o também foi atendida com investimentos de mais de R$24 milh√Ķes, que ser√£o aplicados na expans√£o e na melhoria da infraestrutura dos campi da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), do Instituto Federal da Paraíba (IFPB), e ainda da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB).


Destaca-se ainda a aprova√ß√£o de R$20 milh√Ķes que ser√£o adicionados aos R$7 milh√Ķes j√° alocados no or√ßamento do DNIT para a continuidade das obras de duplica√ß√£o da BR-230. Os investimentos ser√£o aplicados na execu√ß√£o dos viadutos e das vias marginas no trecho que compreende o entroncamento da BR-104/408/PB-095 em Campina Grande até o entroncamento com a BR-110/361 em Patos.


Foram aprovados ainda recursos para continuidade das obras de construção do aeroporto de Patos, em execução pelo governo do Estado e iniciada com recursos aprovados no ano passado.


A bancada federal também atendeu importantes demandas das prefeituras de Campina Grande e de Jo√£o Pessoa, aprovando R$5,3 milh√Ķes para obras de qualifica√ß√£o vi√°ria em Jo√£o Pessoa, a serem aplicados em pavimenta√ß√£o, drenagem, sinaliza√ß√£o, ilumina√ß√£o, execu√ß√£o de cal√ßadas, ciclovias e ciclo faixas. J√° outros R$4,8 milh√Ķes foram alocados para as obras de revitaliza√ß√£o da Feira Central de Campina Grande, projeto que vai proporcionar à popula√ß√£o, aos turistas e aos comerciantes melhorias de acessibilidade, mobilidade, conforto, seguran√ßa e salubridade, preservando as características históricas e culturais e patrimoniais da feira.

Comunicar erro

Coment√°rios