NBB: Com emoção até o fim, Flamengo vence o Cerrado

Por Marcello Hendriks Agência de Notícias do CEUB/Jornal de Brasília Com um jogo equilibrado de ponta a ponta, as equipes protagonizaram um espetáculo de intensidade e drama que refletia nas torcidas que dividiam as arquibancadas em número e volume.

Por Vale do Piancó -PB em 15/02/2024 às 23:58:36

Por Marcello Hendriks Agência de Notícias do CEUB/Jornal de Brasília Com um jogo equilibrado de ponta a ponta, as equipes protagonizaram um espetáculo de intensidade e drama que refletia nas torcidas que dividiam as arquibancadas em número e volume. Os destaques individuais de cada time de ficaram com os 25 pontos de Dreper, pelo lado do Cerrado e com os 15 anotados pelo Gabriel Jaú, do Flamengo. " Foi bem apertado. A gente sabia que podia ser uma partida bem dura. A equipe do Cerrado, apesar de estar na parte de baixo da tabela, sempre faz jogos duros contra todas as equipes e hoje não foi diferente", diz Olivinha, do Flamengo.

Início bom, final nem tanto

Cerrado e Flamengo, a primeira vista uma disputa favorável ao time carioca, visto que o Rubro – Negro ganhou o super 8 a 12 dias atrás e está no topo da tabela, porém o início do jogo foi diferente. Com o Ginásio da ASCEB lotado de torcedores das duas equipes, por boa parte do primeiro quarto as equipes mantiveram um placar próximo. Mas o tempo passava e as diferenças começavam a aparecer, enquanto o Flamengo conseguia facilitar o seu jogo e tinha mais facilidade pra atacar e defender, o Cerrado parecia ter perdido parte da sua energia inicial e tinha mais dificuldades dos dois lados da quadra. E foi nesse cenário que acabou o primeiro quarto. Primeiro quarto: Cerrado 19 x 25 Flamengo

Equilíbrio dentro e fora de quadra

Mas não foi bem assim, o segundo quarto voltou com mais intensidade do que o primeiro e as equipes trocavam bons ataques e defesas. No início o Flamengo começou melhor e chegou a abrir nove pontos de vantagem, mas o Cerrado se recuperou e faltando pouco mais de cinco minutos pro final a equipe do DF virou o jogo. Depois de bons momentos dos dois lados, o jogo ficou mais equilibrado e mesmo que o Flamengo abrisse uma vantagem o Cerrado conseguia se recuperar e se mantinha vivo na partida. Equilíbrio que foi também visto na pontuação final do quarto de 24 a 23 pra equipe mandante. Um cenário que era refletido na arquibancada que a cada hora um lado gritava mais forte. Segundo quarto: Cerrado 43 x 48 Flamengo

Novo clima

Na volta do intervalo, o jogo aumentou a intensidade e a cada posse as torcidas reagiam, no termômetro a sensação térmica era de 25° C mas dentro do Ginásio da Asceb a temperatura aumentava a cada cesta convertida. Na quadra foram quatro trocas de liderança e um quarto que terminou empatado com 22 pontos para cada lado. Terceiro quarto: Cerrado 65 x 70 Flamengo No último quarto, o Flamengo voltou melhor e em menos de quatro minutos abriu 11 pontos de vantagem, parecia que o equilíbrio iria acabar mas o Cerrado se recuperou no jogo e menos de dois minutos depois, o time do DF já tinha reduzido a vantagem para três pontos. As equipes trocavam cestas e com nove segundos restantes no relógio o Rubro – Negro liderava por apenas um ponto. Faltando cinco segundos pro fim, o jogador do Flamengo, Didi, foi ao lance livre para tentar aumentar a diferença, o ala fez um e perdeu o outro e a distância ficou em apenas dois pontos. Com o ginásio da Asceb apreensivo o Cerrado iniciou a posse e Buiú pisou fora de quadra e perdeu a posse e a chance de vitória para a equipe do DF. Final de jogo: Cerrado 83 x 86 Flamengo

Próximos jogos

A equipe do Cerrado fica sem jogar até o dia 1° de março quando realizará o clássico contra o Brasília na Arena BRB Nilson Nelson. Já o Flamengo continua no DF para enfrentar o Brasília no próximo sábado (17).

Fonte: jornaldebrasilia.com.br

Comunicar erro

Comentários

Anuncie Aqui