ALPB debate conscientização, preservação e impacto de ações humanas no Meio Ambiente

A Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) realizou, nesta quinta-feira (6), sessão especial em alusão ao Dia Mundial do Meio Ambiente, celebrado em 5 de junho.

Por Vale do Piancó -PB em 06/06/2024 às 14:24:28

A Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) realizou, nesta quinta-feira (6), sessão especial em alusão ao Dia Mundial do Meio Ambiente, celebrado em 5 de junho. O evento, proposto pelo presidente da ALPB, deputado Adriano Galdino, e pelo deputado Chió discutiu a responsabilidade humana na poluição e na perda de biodiversidade. A sessão contou com a presença dos deputados Sargento Rui, Taciano Diniz e Dra Paula, do ex-ministro Marcelo Queiroga, do superintendente do Ibama na Paraíba, Geandro Guerreiro, além de ambientalistas e representantes da sociedade civil organizada.

O presidente da ALPB, Adriano Galdino, destacou a importância do tema e a promoção de debates sobre o assunto. Para o parlamentar, é essencial que a sociedade compreenda os impactos negativos das atividades humanas e adote medidas que previnam danos irreversíveis ao planeta. "É preciso que cada um de nós tenha essa compreensão, afinal, o mundo é um só. A gente precisa contribuir aqui para melhorar o clima em todas as regiões. Estamos fazendo a nossa parte aqui, para que, cada vez mais, possamos conscientizar o povo da Paraíba sobre a importância das questões climáticas", ressaltou.

Para o deputado Chió, é urgente que sejam adotadas medidas em prol da sustentabilidade ambiental. O parlamentar fez um alerta para a necessidade da elaboração de um compromisso contínuo e integrado com as questões ambientais, especialmente, em meio aos desafios impostos pelas mudanças climáticas e seus impactos devastadores. “É muito necessária essa fala sobre o meio ambiente, principalmente, no momento que o mundo vive com as mudanças climáticas. Tudo isso gera uma comoção, mas essa comoção precisa gerar ação do poder público, ação da Assembleia em forma de lei, dos órgãos fiscalizadores. Precisamos fazer esse debate com a sociedade não somente em tempo de desastre. O debate do meio ambiente precisa ser todo dia”, destacou Chió.

Já o deputado Taciano Diniz chamou atenção para ações governamentais no sentido de combater e prevenir o desmatamento. "Precisamos, efetivamente, ampliar as campanhas educativas, a conscientização da nossa sociedade para os problemas corriqueiros climáticos. Nossa sociedade tem essa cultura de só se preocupar quando somos multados ou quando acontece o que está acontecendo no Rio Grande do Sul", alertou. "Precisamos estar unidos para combater o aumento da temperatura do planeta. Somos responsáveis e não podemos contribuir com a degradação do planeta", completou a deputada Dra. Paula.

O secretário Executivo de Estado do Desenvolvimento Sustentável, Radomécio Leite, destacou a urgência de reformular a abordagem habitual em relação ao meio ambiente. Com uma visão voltada para o futuro, o secretário apelou por uma transformação profunda nos valores e comportamentos da sociedade. “Um meio ambiente sustentável – talvez nem para nós, mas para as próximas gerações – exige uma mudança de postura, uma mudança de comportamento, de cultura, de valores sobre a situação ambiental hoje,” afirmou Radomécio. Ele salientou a importância de desenvolver uma economia que seja socialmente justa e ambientalmente equilibrada, integrando esses conceitos nas práticas diárias e políticas públicas.

O superintendente do Ibama na Paraíba, Geandro Guerreiro, avaliou que o debate proposto pela Assembleia Legislativa da Paraíba é a oportunidade que o Ibama tem de poder participar dessa semana comemorativa ao meio ambiente, apresentando conquistas e desafios que ainda precisam ser enfrentados para a melhoria da qualidade de vida dos paraibanos. "Estamos muito gratos à Assembleia Legislativa. Os representantes do povo estão aqui. Na Paraíba, o Ibama tem trabalhado incansavelmente na proteção da caatinga, da mata atlântica, dos nossos ecossistemas de costeiros e litorâneos e desenvolvido muitas ações de educação ambiental também para levar mais orientação aos produtores rurais, ao setor produtivo, às comunidades, e assim poder trabalhar cada vez mais no caminho do desenvolvimento sustentável", declarou o superintendente do Ibama na Paraíba.

O palestrante Alexandre Bernard, Chefe da Divisão Técnica do Ibama na Paraíba, defendeu o zoneamento de uso e conservação do estado da Paraíba por meio de mapeamentos setoriais, através dos quais será possível enxergar soluções, assim como conflitos de usos de áreas e recursos. "A partir disso podemos abrir uma grande negociação para que a gente consiga chegar, de repente, a um zoneamento ecológico, econômico ou algum outro tipo de planejamento territorial para o Estado. A gente consegue fazer isso, se a gente conseguir trabalhar juntos. Acho que o principal aqui é que, tanto a área ambiental, quanto os setores que utilizam recursos ambientais consigam, dentro da sua equipe técnica, se planejar e depois a gente juntar tudo e conseguir todo mundo trabalhar junto para que o desenvolvimento da Paraíba se dê da forma mais sustentável possível", concluiu.

Dia Mundial do Meio Ambiente

O Dia Mundial do Meio Ambiente, celebrado em 5 de junho, foi instituído em 1972 pela Assembleia Geral das Nações Unidas com o objetivo de promover a conscientização sobre a importância da preservação dos recursos naturais. Esta data também marca a abertura da Conferência das Nações Unidas sobre o Ambiente Humano, conhecida como Conferência de Estocolmo, onde foi criado o PNUMA (Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente) e apresentada a Declaração da Conferência da ONU sobre o Meio Ambiente, que delineia princípios fundamentais para a melhoria da preservação ambiental.

É possível acompanhar todas as matérias apresentadas na ALPB, assim como, sessões, visitas técnicas, reuniões, solenidades e debates através da TV Assembleia, pelo canal 8.2, e também pelo canal TV Assembleia PB no Youtube.

Fonte: www.al.pb.leg.br

Tags:   Foto Manchete
Comunicar erro

Comentários

Anuncie Aqui