Inmetro traz nova lista dos SUVs flex mais econômicos do Brasil

Categoria de automóvel que mais faz sucesso no Brasil, os SUVs se destacam pelo bom espaço interno e também pela elevada altura do solo – ideal para encarar os buracos, as lombadas e as valetas no dia a dia.

Por Vale do Piancó -PB em 09/07/2024 às 16:26:50

Categoria de automóvel que mais faz sucesso no Brasil, os SUVs se destacam pelo bom espaço interno e também pela elevada altura do solo – ideal para encarar os buracos, as lombadas e as valetas no dia a dia.

A economia de combustível é outro fator importante na hora da compra. Sabendo disso, o Inmetro (Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia) atualizou o ranking com os utilitários esportivos flex zero-quilômetro mais eficientes do mercado brasileiro.

A lista que você confere a seguir integra o PBE (Programa Brasileiro de Etiquetagem Veicular do Inmetro, cuja edição mais recente traz 909 modelos ou versões, de variados tipos de carroceria, de 36 marcas automotivas.

O ranking dos SUVs que você confere a seguir considera a versão com menor consumo combinado de cada modelo e coloca na mesma colocação veículos com médias idênticas – ficando, assim, com mais de dez itens.

O vencedor é o Toyota Corolla Cross, que, com sua propulsão híbrida, tem menor gasto combustível na cidade, diferentemente de automóveis convencionais, equipados apenas com motor a combustão interna.

Isso acontece porque, nos híbridos o motor elétrico é mais acionado justamente no ciclo urbano, em que as frenagens e desacelerações ajudam na recarga das baterias.

Como é feita a avaliação de consumo do Inmetro

O PBE mede o consumo energético em MJ/km (megajoules por quilômetro) e também em km/l dos modelos comercializados aqui

Ou seja, avalia o gasto necessário de energia para determinado automóvel se locomover

Quanto menor for o gasto a cada km rodado, mais eficiente será determinado automóvel

A medição segue teste padronizado de consumo, em condições controladas, atribuindo nota que vai de “A”, para os modelos mais eficientes, até “E”, para os menos eficientes.

Os 10 SUVs flex mais econômicos

Toyota Corolla Cross

Motor 1.8 com sistema híbrido flex e câmbio CVT

Nota B
Consumo energético – 1,31 MJ/km

Consumo cidade – 11,8 km/l (etanol)
Consumo estrada – 9,7 km/l (etanol)

Consumo cidade – 17,8 km/l (gasolina)
Consumo estrada – 14,7 km/l (gasolina

Fiat Pulse

Motor 1.3 flex e câmbio CVT ou manual de 5 marchas

Nota C
Consumo energético – 1,58 MJ/km

Consumo cidade – 9 km/l (etanol)
Consumo estrada – 10,4 km/l (etanol)

Consumo cidade – 12,5 km/l (gasolina)
Consumo estrada – 14,7 km/l (gasolina)

Renault Kardian

Motor 1.0 flex e câmbio automático de 6 marchas

Nota B
Consumo energético – 1,59 MJ/km

Consumo cidade – 9 km/l (etanol)
Consumo estrada – 9,7 km/l (etanol)

Consumo cidade – 13,1 km/l (gasolina)
Consumo estrada – 13,9 km/l (gasolina)

Honda HR-V

Motor 1.0 turbo flex e câmbio CVT

Nota C
Consumo energético – 1,65 MJ/km

Consumo cidade – 8,4 km/l (etanol)
Consumo estrada – 10,2 km/l (etanol)

Consumo cidade – 11,9 km/l (gasolina)
Consumo estrada – 14,6 km/l (gasolina)

Fiat Fastback

Motor 1.0 turbo flex e câmbio CVT

Nota C
Consumo energético – 1,65 MJ/km

Consumo cidade – 8,4 km/l (etanol)
Consumo estrada – 10,2 km/l (etanol)

Consumo cidade – 11,9 km/l (gasolina)
Consumo estrada – 14,6 km/l (gasolina)

Volkswagen T-Cross

Motor 1.0 turbo flex e câmbio automático de 6 marchas

Nota C
Consumo energético – 1,67 MJ/km

Consumo cidade – 8,2 km/l (etanol)
Consumo estrada – 10,1 km/l (etanol)

Consumo cidade – 11,9 km/l (gasolina)
Consumo estrada – 14,3 km/l (gasolina)

Volkswagen Nivus

Motor 1.0 turbo flex e câmbio automático de 6 marchas

Nota C
Consumo energético – 1,68 MJ/km

Consumo cidade – 8,3 km/l (etanol)
Consumo estrada – 9,9 km/l (etanol)

Consumo cidade – 11,9 km/l (gasolina)
Consumo estrada – 14,1 km/l (gasolina)

Citroen C4 Cactus

Motor 1.6 turbo flex e câmbio automático de 6 marchas

Nota C
Consumo energético – 1,73 MJ/km

Consumo cidade – 8,2 km/l (etanol)
Consumo estrada – 9,5 km/l (etanol)

Consumo cidade – 11,7 km/l (gasolina)
Consumo estrada – 13,4 km/l (gasolina)

Hyundai Creta

Motor 1.0 turbo flex e câmbio automático de 6 marchas

Nota C
Consumo energético – 1,75 MJ/km

Consumo cidade – 8,3 km/l (etanol)
Consumo estrada – 9,1 km/l (etanol)

Consumo cidade – 11,9 km/l (gasolina)
Consumo estrada – 12,6 km/l (gasolina)

Caoa Chery Tiggo 5x

Motor 1.5 turbo flex com sistema híbrido leve e câmbio CVT

Nota C
Consumo energético – 1,76 MJ/km

Consumo cidade – 8,7 km/l (etanol)
Consumo estrada – 8,8 km/l (etanol)

Consumo cidade – 11,8 km/l (gasolina)
Consumo estrada – 12,3 km/l (gasolina)

Nissan Kicks

Motor 1.6 flex e câmbio CVT

Nota C
Consumo energético – 1,76 MJ/km

Consumo cidade – 7,8 km/l (etanol)
Consumo estrada – 9,5 km/l (etanol)

Consumo cidade – 11,4 km/l (gasolina)
Consumo estrada – 13,8 km/l (gasolina)

Uol

 

Fonte: blogchicosoares

Comunicar erro

Comentários

Anuncie Aqui