Vereador diz que prefeitura de Coremas distribuiu merenda vencida em escolas

O pol√≠tico ainda afirmou que os parlamentares irão levar o caso às autoridades competentes, como o Minist√©rio P√ļblico e Tribunal de Contas do Estado.

Por Vale do Piancó -PB em 23/09/2023 às 18:21:13
Divulgação

Divulgação

O vereador Ednaldo Pereira (PDT) fez uma publicação nas redes sociais nessa sexta-feira (22) dizendo que a Prefeitura de Coremas (PB) distribuiu frangos vencidos a escolas do município. Ele usou o instagram para divulgar o caso.

Conforme o parlamentar, alguns produtos estavam com embalagens abertas e etiquetas de validade arrancadas, além de haver armazenamento inadequado. Ednaldo gravou um vídeo dizendo que no colégio Antônia Maria da Conceição um dos alimentos estava com prazo vencido desde o dia 5 de setembro.

— É uma situação inaceit√°vel, fornecer merenda escolar vencida e estragada, colocando em risco a vida de diversas crianças. Diante da situação, os vereadores conversaram com todos os respons√°veis, inclusive com a Secretaria Municipal de Educação e, de pronto, solicitaram o recolhimento e descarte dos alimentos vencidos e sem o prazo de validade nas escolas — escreveu.

O político ainda afirmou que os parlamentares irão levar o caso às autoridades competentes, como o Ministério Público e Tribunal de Contas do Estado.

Em resposta, a Prefeitura também publicou um vídeo com funcion√°rios do setor de educação para negar as irregularidades. Segundo uma merendeira, os vereadores não acharam os frangos vencidos, apenas encontraram o papel solto com os prazos indicando a validade. Ela ainda disse que mesmo que estivessem fora do prazo, não daria aos estudantes.

A secret√°ria de Educação, Maria Selma, também alegou que as acusações são inverídicas. — A Secretaria de Educação não trabalha dessa forma. Estamos trabalhando com crianças. Eu quero o melhor para as crianças. A nossa merenda é acompanhada por nutricionistas — disse.

A gestão ainda ressaltou que assim que a averiguação da denúncia for concluída, os respons√°veis poderão ser responsabilizados.


Fonte: DOL

Comunicar erro

Coment√°rios

Anuncie Aqui